sábado, 31 de janeiro de 2015

*Parent's day out! *

O Ricardinho está até amanhã em casa dos avós, feliz da vida... Estou cheia cheia cheia de saudades dele mas admito que o facto de saber que "posso fazer...nada!" sabe-me maravilhosamente bem! Sabe-me tão bem que nem sei se hei-de ler um livro ou ver umas séries, um filme ou simplesmente ficar no sofá na ronha a fazer zapping! :)
Weeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!

(Imagem retirada da Internet)

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

*Susto Number One*

No passado dia 14, vivi um dos meus maiores sustos, se não o maior até hoje...
Agora que já passou e que está tudo bem na medida do possível (marcas à parte), ponho-me a pensar... Neste momento estou bem mas basta um telefonema com uma notícia daquelas que ninguém quer receber para a vida bascular e parar. Dá arrepios ver o quão fácil posso perder a minha felicidade num piscar de olhos. E pena é só tomar consciência disso e dar-lhe valor quando o pior acontece.
Nesse dia, acordámos como normalmente ou melhor, o nosso alarme aka Ricardo acordou-nos como normalmente. Depois de prontinho,  por volta das 9 horas,  foi para a creche com o papá.  Eram 9h14 quando recebi "a" chamada que deixou o meu coração a bater mais forte. A chamada cujo conteúdo,  de tão inesperado, mais me pareceu uma farsa do meu marido do que outra coisa. Pelo menos era a esperança que tinha; que ele me dissesse que estava a brincar. Mas não disse e era tudo real.
O que aconteceu foi que o Ricardo caiu mal, acertou na quina de uma parede e bateu em cheio com a testa na parte mais pontiaguda da tijoleira. Resultado: abriu a testa bem fundo. As educadoras ligaram logo para o INEM e para nós. Cada vez que me lembro da ambulância à porta da escola e da maca à entrada da sala dele, dá-me um aperto no coração...
Quando cheguei ele já estava no colinho do papá, sossegado, com os bombeiros a tratar o melhor possível da ferida. Tivemos mesmo de ir até ao hospital mais próximo pois tinha de levar pontos devido à profundidade do corte (quanto aos centros de saúde,  no comments). Levou dois pontos mas portou-se que nem um homenzinho.
Por incrível que pareça,  passou o resto do dia muito bem disposto, como se nada tivesse acontecido. Nem uma queixa, nada.
Acho que no final, o susto acabou por ser maior para nós do que para ele. Não há direito acontecer a um adulto quanto mais a uma criança tão pequena...
Depois do susto vieram os "ses"... E se tivesse sido 3 cm mais abaixo e lhe atingisse o olho? E se tivesse sido 3 cm mais para o lado e lhe atingisse as fontes? E se ele tivesse ido para a escola 5 minutos antes, talvez isto pudesse ter sido evitado... E se, e se...
Acho que mãe que é mae não consegue não pensar nisso... Ele é a minha vida, a minha felicidade... Se ele está bem, eu estou bem. Se ele está mal, eu estou mal. É impossível dissociar uma coisa da outra.
Sei que, desde o dia em que ele nasceu, o meu coração nunca mais teve nem terá aquela paz de antigamente porque desde então preocupei-me, preocupo-me e preocupar-me-hei sempre para que nada de mal lhe aconteça...
Não os podemos pôr numa redoma de vidro e estas coisas são próprias da idade dele. Ele não pára quieto e adora correr.
Não lhe serviu de todo de lição até porque no próprio dia desatou a correr pela casa fora. Bom sinal apesar de tudo.
Tirámos os pontinhos passados 4 dias e que posso eu dizer... para cicatriz podia ter ficado pior...
Quanto a isso, resta deixar o tempo fazer o que de melhor sabe, atenuá-lá...
O Ricardinho, umas
horitas após ter sido cozido...


sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

*Feliz 2015!*

Mais um aninho, mais um natal e uma passagem de ano a trabalhar. As festas correram lindamente,  não fosse o facto de ser brindada com uma gripe daquelas logo no dia 26 de Dezembro. Não me lembro de ter pedido nada disso ao Pai Natal mas enfim. Já passou, é o que interessa!
Baby R. teve mais uma vez imensas prendinhas e nem sabia para que lado é que se havia de virar. Desconfio que o que ele adora mesmo é rasgar o papel de embrulho... mais uma vez vestiu-se a preceito e foi o nosso bonequinho de natal. Realmente, um Natal com crianças é totalmente diferente e ganha outro encanto... 
E com isto tudo, já lá vão 2 anos e 4 meses e este já é o terceiro natal de Baby R. Mas onde é que eu tenho andado que não vejo o tempo passar meu Deus?!
O meu desejo para 2015 é Saúde para todos. Não peço nada mais.



quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

*Zara I'm in love*

Esta canadiana é uma pequena maravilha e perdição...excepto o preço... 129,00€... ui ui ui... (suspiro)






quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

*O Natal chegou a casa!*

Este ano tive de mudar a decoração da árvore de Natal. É que já não aguentava mais um ano em tons de vermelho e dourado, juro!! 5 anos com a mesma já foi bem bom. No entanto guardo tudo, até porque árvores em tons completamente vermelhos ou completamente dourados ficam bem giras e um dia dará para jogar com isso...
Po isso este ano a escolha recaiu sobre tons bem mais claros, roxo e branco! Fica aqui um cheirinho da decoração 2014:





quarta-feira, 29 de outubro de 2014

*Wishlist ou Marido tu não te acanhes #8*

Apesar de ter uma dezena de livros ainda por ler, nunca são demais! Nunca!
Os que andam actualmente na minha linha de mira...



terça-feira, 28 de outubro de 2014

domingo, 26 de outubro de 2014

*Wishlist ou Marido tu não te acanhes #7*

New Balance ou Nike... Eis a questão...
Ganhava logo outra motivação para ir para o ginásio!



ou

(imagens retiradas da Internet)

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

*Wishlist ou Marido tu não te acanhes #6*

Zara...
Qualquer um destes pares faria de mim uma mulher muito feliz... Haja dinheiro!








(imagens retiradas da Internet)



domingo, 19 de outubro de 2014

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

*Wishlist ou Marido tu não te acanhes #4*

Samsung Galaxy Tab S 10.5 Dazzling White
Namoro de longa data... Qualquer dia perco a cabeça!

(imagem retirada da Internet)

quarta-feira, 15 de outubro de 2014