quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

*Nem só de bons momentos é feita a vida...*

Se tenho estado afastada deste meu cantinho é porque nestes últimos dias, temos passado por uma fase menos boa...
Baby R. não reagiu muito bem às vacinas e devido à ligeira constipação que ainda tinha no dia em que as levou, o estado de saúde dele começou a piorar...
Culpo-me a mim por, no Centro de Saúde, não ter insistido mais com as enfermeiras sobre a constipação dele... Mas nunca me passou pela cabeça que isto poderia vir a acontecer. 
Culpo-as a elas por lhe terem dado as vacinas apesar de o terem observado...Afinal as profissionais são elas e deveriam saber os efeitos que daí poderiam advir... Erro de mamã de primeira viagem... 
Culpo a má sorte porque no fundo todos e ninguém têm culpa...
O que é certo é que dois dias depois, tivemos de ir com baby R. ao pediatra numa consulta de urgência porque esta situação já não era normal. O meu filho sempre risonho e simpático tinha desaparecido... Era apenas uma sombra do que costumava ser...  
Metia dó ver um ser tão pequenino não dormir uma noite descansada, constantemente a tossir, o nariz extremamente entupido, rouco de tanto chorar...
Cheguei a passar uma noite inteira a aspirar-lhe o narizito com Narinhel para ver se o aliviava, com fracos resultados infelizmente. Mas o olhar dele de incompreensão face à situação, de destreza e de sofridão ainda estão registados na minha memória...
Já era muito mais do que uma rabugice provocada pelas vacinas aliada ao desconforto de uma simples constipação...
O pediatra observou-o e o diagnóstico foi bronquiolite.
Desde então tem andado a fazer vapores de soro e Ventilan. Já melhorou bastante apesar de a tosse persistir, sobretudo durante a noite. Começou o tratamento na sexta-feira passada. Presumo que estas coisas levem o seu tempo...
Ainda não voltou à escolinha...Isso fica para amanhã... Só rezo para que não piore...

BRONQUIOLITE - tirado daqui
bronquiolite é uma infecção viral contagiosa das vias respiratórias que afecta os bebés e as crianças pequenas e provoca dificuldade ao respirar, sobretudo ao expirar.
Vários vírus podem provocar bronquiolite, inclusivamente o vírus sincicial respiratório e os vírus parainfluenza. A bronquiolite costuma manifestar-se em epidemias, sobretudo em crianças com menos de 18 meses de idade e, com maior frequência, nos bebés com menos de 6 meses. Durante o primeiro ano de vida, a bronquiolite afecta aproximadamente 11 em cada 100 crianças.

Sintomas e diagnóstico

A bronquiolite costuma aparecer depois de uma constipação, que é uma infecção das vias respiratórias altas. Começa com uma repentina dificuldade respiratória, sobretudo ao expirar, seguida de uma respiração rápida, uma frequência cardíaca acelerada e tosse seca. A criança costuma ter muito sono e também febre, cansa-se e começa a respirar de forma pouco profunda e ineficaz. Os vómitos ou uma menor ingestão de líquidos podem conduzir à desidratação. O diagnóstico baseia-se nos sintomas.

Prognóstico e tratamento

A maioria das crianças recupera em casa, num período de 3 a 5 dias. Durante o processo podem-se dar líquidos com frequência. A crescente dificuldade em respirar, a coloração azulada da pele, a fadiga e a desidratação indicam que a criança deve ser hospitalizada. As crianças que sofrem de qualquer doença cardíaca ou cuja imunidade seja deficiente podem ser hospitalizadas até antes. Com um cuidado apropriado, a probabilidade de morrer de bronquiolite grave é inferior a 1 %.

1 comentário:

Supimpona disse...

É sempre um enorme aperto no coração ver os bébés doentes. Eu estive quase numa situação semelhante! Mas no meu caso, tive a sorte da minha mãe dizer-me "Liga ao enfermeiro a perguntar se não é melhor adiar a vacina, uma vez que o Baby Boy está constipado!". Nós mamãs de primeira viagem estamos sempre com mil cuidados, mas não sabemos tudo!
O importante é estar detetado e agora estar em tratamento. Leva o seu tempo. O Baby Boy teve uma constipação pequena e demorou uns 4 dias. Agora é esperar e dar muitos miminhos :) As melhoras!

P.S. - Quanto ao esquema que postei no meu blog, quando o Baby R. começar com a alimentação mais diversificada e após teres introduzido vários alimentos, tenta passar numa livraria e dar uma olhadela em livros de alimentação infantil. Costumam ser caros. Eu dou uma espreitadela e tiro umas ideias de receitas simples e variadas :)