quinta-feira, 4 de abril de 2013

Não pude aproveitar a Páscoa. Nem aproveitar o significado do dia em si, nem a família. Tive pena. Entrei em piloto automático e praticamente só me dediquei ao trabalho que foi bastante. 
Perdi instantes preciosos. Instantes que também gostava de ter partilhado com o meu filho na sua primeira Páscoa. Instantes que outros viram e viveram e eu não.
Não é nenhum drama, eu sei, mas o que me preocupa é o facto de saber que haverá muito mais dias como estes últimos que passaram...

Enfim...

O dia pedia docinhos e Baby R. teve direito a um coelhinho de chocolate para brincar (o que este coelho sofreu!) e brindou-me com um postal e uma bolsinha  cheia de chocolates! Só mimos!

2 comentários:

Susana disse...

Não deve de ser fácil gerir as emoções quando achamos que podemos estar mais presentes na vida dos nossos bebés. Eu sou mãe a tempo inteiro e sinto o tempo escapar-se-me por entre os dedos... Não vale é sofrer antecipado... Recebeu uns miminhos bons o teu R ;o)

Supimpona disse...

Que giro e fofo :)
Se ele soubesse o que estava dentro do papel de coelho......não sobrava nada!
Fica para mais tarde!