segunda-feira, 6 de maio de 2013

*Sobre o Dia da Mãe*

O meu primeiro Dia da Mãe não existiu...pelo simples facto de que fui trabalhar de manhã cedinho e regressei a casa quase à meia noite...mal vi o meu filho... dói e dá-me muito que pensar...sobretudo se tivermos em conta que desde quinta que tenho chegado a casa por volta das 2 da manhã devido a grupos hospedados no hotel. Estes turnos de tarde dão cabo da minha cabeça. Mexem comigo, coisa que não acontecia antes. Quando se tem um filho, tudo passa a ser diferente. As minhas prioridades mudaram e estou bem ciente disso. Mas ser mãe não faz de mim uma privilegiada com direito a regalias e tenho de me mentalizar que a vida é mesmo assim, tenho de aguentar como os outros, né.

Desde sexta que tinha em casa a prendinha dele feita na creche mas tinha prometido a mim mesma só abri-la no domingo...não aconteceu devido à hora tardia... Aperta-se-me o coração só de pensar em todos os instantes que vou perdendo enquanto estou a trabalhar mas enfim...
Abri hoje a prenda e simplesmente adorei. Estava tudo lindo, especialmente a tela: a mais bela obra de arte que alguma vez vi! 
Obrigada filho...




1 comentário:

Supimpona disse...

Deve ser muito complicado ser mãe e trabalhar assim por turnos tão tardios, que são o posto da rotina dos filhos. Mas nunca serás menos mãe por isso :) E toca a aproveitar todos os minutinhos que passas com ele ;)