quarta-feira, 14 de novembro de 2012

*O Primeiro mês...*

Foi muito, muito, muito complicado. Bem me tinham avisado!!
Levei poucos pontos do parto e eu e baby R. saímos do hospital no dia 06 de Agosto, a seguir ao almoço.
Detesto hospitais. Se eu não sabia até então fiquei a saber: não se descansa nada na Maternidade!!! Nada de nada.
No dia 04 à noite, mal dormi. Ter o meu baby ao meu lado impedia-me de pregar olho. Não me cansava de olhar para ele. E as enfermeiras também não deixavam dormir. Umas chatas! "O bebé mamou há quanto tempo?" "Vá começando a acordá-lo, não pode passar mais de 3 horas sem comer". Blá, blá, blá...
Depois com as visitas, descanso era uma coisa impensável.
E quando finalmente saímos no dia 06, cansados ainda do parto e chegámos os 3 a casa, pensei: "O que vou fazer com este pequeno ser?"
Ter um bebé assusta. Saber que depende inteiramente de nós assusta. Falo por mim. E sendo o primeiro, é tudo uma descoberta. 
Cada bebé tem o seu relógio e não falha quando se trata da hora de comer. No hospital, o pediatra tinha-me dito que o bebé iria mamar de 3 em 3 horas.
Acontece que baby R. era um grande comilão e não estava para esperar tanto tempo. Duas horas no máximo e com sorte!!
Basicamente, passei o mês de Agosto com baby R. pendurado à minha mama. De dia como de noite.
Estava feita num zombi.
Ainda me lembro de embalar baby R. ás três da manhã , andando de um lado para o outro na sala. As refeições com o meu marido eram mentira, impensável. Tomar um simples duche era uma coisa que tinha de programar muito bem.
Foi muito complicado porque naquele momento não se pensa que é uma fase, que isso tudo irá passar. O cansaço não nos deixa raciocinar. E atenção que tive um marido que me ajudou imenso.
Mas com muuuita paciencia, muuuuita ajuda do marido, muuuito amor, tudo se resolve e se ultrapassa.

Sem comentários: